De acordo com a mesma fonte, a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, homologou o contrato assinado entre a Câmara de Lagos, a GNR e a Secretaria Geral da Administração Interna, para a instalação do novo posto territorial, no próximo ano.

A GNR vai mudar-se das atuais instalações, um edifício antigo na cidade e cujo estado de degradação já foi denunciado pela Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR), para um edifício no Chinicato, situado na Estrada Nacional (EN) 125.

O edifício já acolhe o destacamento de trânsito, mas para a mudança do posto territorial ainda serão necessárias obras de reabilitação e adaptação, com um investimento previsto no contrato de 279 mil euros.

"A instalação do posto territorial da GNR de Lagos neste edifício resultará numa melhoria das condições funcionais e operacionais para a GNR, bem como num melhor serviço às populações", concluiu a mesma fonte.

O investimento é realizado no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança do MAI, que estabelece a programação dos investimentos na modernização e operacionalidade das forças e serviços de segurança.

Artigo disponível em DN.PT