Horário Flexível - Foi reposta legalidade!

Muitos Profissionais da GNR usufruem de horário flexível no sentido de garantirem a assistência aos seus filhos menores.

Entendeu o Comando da Guarda rever todas as situações de horário flexível, o que seria entendível caso se pretendesse detectar situações anómalas, sendo, ainda assim, responsabilidade da própria Guarda, que as autorizou. Contudo foi exigida a apresentação de novo requerimento até 7 de Dezembro, fazendo-se cessar este direito para todos os profissionais, a partir do próximo dia 31 de Dezembro, sendo que ainda não foram apreciados os requerimentos apresentados.

Na prática, isto significaria que, a partir de 1 de Janeiro, todos os profissionais da GNR com horário flexível entrariam no serviço normal de escala, cumprindo horários irregulares e nocturnos, deixando os seus filhos. Menores de 12 anos desprotegidos.

A APG/GNR reclamou a ilegalidade desta situação e efectuou diligências diversas.

Foi com agrado que tivemos conhecimento que os horários flexíveis vigentes se manterão até 31DEC18, sem prejuízo de melhor análise do restante conteúdo da informação em causa.

Qualquer situação irregular ou de violação de direitos que haja conhecimento, os associados devem contactar a APG/GNR.