Profissionais da Guarda reiteram exigência de estatuto de profissão de risco

País

 

 

A Associação dos Profissionais da GNR diz que o incêndio de Mourão dá força à exigência do estatuto de profissão de risco. Cinco militares do Grupo de Intervenção, Protecção e Socorro da Guarda Nacional Republicana ficaram feridos quando combatiam as chamas.

 Artigo disponível em RTP.PT