Governo deve 500 mil euros a militares que fazem segurança à carreira aérea entre Bragança e Portimão

 

Militares da GNR fazem serviço extra nos aeródromos sem receber.

 

 

 

A dívida do Ministério da Administração Interna aos militares da GNR, que fazem a segurança à carreira aérea entre Bragança e Portimão, já ultrapassa o meio milhão de euros.

Alguns militares estão a ser obrigados a cumprir este serviço extra por medo de processos disciplinares.

Artigo disponível em SIC NOTICIAS