Comunicado
21. Julho.2021

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) e a Associação dos Profissionais da Guarda (APG-GNR), a par de outras estruturas da GNR e da PSP, reuniram hoje com o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna no seguimento da negociação do suplemento de risco. Na reunião foram apresentadas as contrapropostas das estruturas, sendo que a APG/GNR e a ASPP/PSP tinham já remetido uma proposta conjunta que prevê um aumento progressivo até aos 400€. 

As negociações não ficaram encerradas. Está agendada uma reunião para dia 28 onde serão apresentados valores pelo responsável da tutela. Importa sublinhar, tal foi referido na reunião, que a mobilização de profissionais da GNR e da PSP tem sido massiva por todo o país e que estes protestos - e descontentamento patente - não podem ser ignorados pelo Governo. 

A APG/GNR e a ASPP/PSP invocaram que pretendem um suplemento de risco para os profissionais da GNR e da PSP e que tudo farão para que tal aconteça, pugnando por valores que objetivamente dignifiquem o risco inerente às suas funções. 

Aguardamos que na próxima quarta-feira o Governo esteja em condições de reagir à contraproposta apresentada pela ASPP/PSP e pela APG/GNR. 

Apelamos à participação, quarta-feira, dos profissionais da GNR e da PSP na concentração que, mais uma vez, terá lugar em frente ao MAI, durante o decorrer da reunião, para que o Governo não se esqueça que não abdicamos de um suplemento de risco de risco digno.

A ASPP/PSP e a APG-GNR