EXIGIMOS A VALORIZAÇÃO DAS NOSSAS FUNÇÕES

20MAIO2022 | 14H30 | MANIFESTAÇÃO - TODOS AO MARQUÊS DE POMBAL

A Associação dos Profissionais da Guarda - APG/GNR decidiu aderir à manifestação do dia 20 de Maio de 2022, promovida pela Frente Comum da Função Pública.

Objectivamente o Orçamento de Estado para 2022 gorou quaisquer expectativas quer dos profissionais da GNR, quer da generalidade dos trabalhadores do Estado.

São comuns, justas e legítimas as reivindicações dos profissionais da GNR e dos trabalhadores da função pública!

O Governo é surdo para a acentuada perda de poder de compra daqueles que servem o Estado, recusa-se a valorizar os salários, ignorando as absurdas taxas de inflação e o aumento do preço de bens essenciais, rendas ou combustíveis, já para não referir as despesas com saúde e educação.

Este Governo recusa dar resposta a muitas outras reivindicações, entre as quais se exige:

- Revisão e aumento da Tabela Remuneratória Única (TRU), aumento do subsídio de refeição para 7,5€ e revisão do sistema remuneratório e da generalidade dos suplementos, consagrando-se remunerações adequadas à condição policial;
- Revogação do SIADAP e do Sistema de Avaliação da GNR;
- Identificação da nossa profissão como sendo de risco e desgaste rápido, bem como a atribuição de um subsídio de risco digno;
- Horário de trabalho de 35 horas semanais;
- Redução da quotização para o SAD/GNR para 1,5% e incidência sobre 12 meses;
- Pelo direito de associação sindical;
- Pela reposição dos direitos perdidos na aposentação;
- Concretização imediata das promoções em atraso.

A luta é pela valorizarão dos salários e dignificação da nossa profissão!

Não aceitamos continuar a ser ignorados, como se quem garante a segurança pública e a legalidade democrática não tivesse qualquer importância.

É tempo de inverter este caminho!
Esta luta é de todos.

Dia 20 de Maio, às 14h30 todos ao Marquês de Pombal, de onde sairemos rumo à Assembleia da República.

Ao Governo exige-se respeito e respostas objectivas que nos dignifiquem!

Lisboa, 12 de Maio 2022

A Direcção Nacional